Inicio
barra


facebook
La gente de Sandoval de la ReinaLo último incorporado
Escríbenos y mándamos información, saludos o imágenes. Gracias.
                                                                                         

       

 


Imigrações da Família Sandoval até a Província de São Paulo - 3ª      (continuação)

... voltar    

     Todos os quatro eram naturais de Minas Gerais bem como suas esposas e alguns dos filhos mais velhos, conforme detalhado nos registros dos "Maços de População". Houve um otro ramo que migrou para São Paulo em época posterior, também de nome Francisco Barboza Sandoval, natural do bispado de Mariana, nascido por 1.765, casado con María Antonia da Conceição e depois con María Felicidade de Jesus, tendo falecido em 15 de novembro de 1.831, em São Gonçalo do Sapucaí, MG. Seu inventário localizava-se até recentemente nos Arquivos da Cúria Diocesana de Campanha, MG, tendo sido doado todo aquele acervo para una Faculdade a mesma cidade.

    Um de seus dezessete filhos, terceiro do primeiro casamento, de nome Manoel Francisco Barboza Sandoval, nascido en 1.793 na fregesia de São Gonçalo, MG, migra para a distante freguesia de Desterro, atual Florianópolis. Segue de Minas Gerais a Santa Catarina através da única estrada existente, a Estrada Real, em época pouco anterior à viagem de Saint Hilaire, o qual deixou monumental fonte de informações sobre sua viagem e aquela Estrada Real 7. Manoel Francisco Barboza Sandoval casa-se em 13 de Agosto de 1.809 na Matriz de Nossa Senhora do Desterro com Eufrazia Joaquina Roza, natural da freguesia de Santo Antonio, na Ilha de Santa Catarina, filha de ilheus da mesma localidade e neta por parte paterna dos Spinolas de Ilha Graciosa e pela materna dos Garcias da Ilha do Pico,
Arquipélago dos Açores 8.

    Manoel Francisco e sua mulher Eufrazia Joaquina Roza migram para a entaõ Província de São Pedro do Río Grande (Rio Grande do Sul), onde a primogênita deste casal nasce em 1.814 na freguesia de Santo Antonio da Patrulha, os demais filhos nascem em Porto Alegre. Seu filho segundo, Jose Francisco Barboza Sandoval, retorna então para a Província de São Paulo, onde casa-se em 19 de abril de 1.841 na freguesia de Caconde, SP, com Anna Alves Moreira, natural da mesma freguesia, de pais procedentes de M.G., da freguesia de Aiuruoca. Jose Francisco Barboza Sandoval foi Escrivão de Paz em Caconde e está mencionado no Livro de Registros de Alistamentos da Guarda Nacional da Freguesia de Caconde 9, sua esposa Anna está mencionada no Registro de Propiedades Agrícolas de Caconde 10.
 

Autor: Roberto Sandoval

(7) Saint Hilaire, Augustin François César Provençal de - Viagem a provincia de São Paulo e resumo das viagens ao Brasil, provincia Cisplatina e missões do Paraguai. São Paulo; Livraria Martins, 1940/AESP.

(8) Livro Quarto dos Assentos dos Casamentos da Matriz de Nossa Senhora do Desterro da Ilha de Santa Catharina, Arquivo da Cúria Diocesana de Santa Catarina.

(9) AP Caixas 173 e 173 A/AESP.

(10) Registro de terras de Caconde, RT 6, registro número 384/AESP.

Posterior ...